17 de dez de 2010

Uma vida assim... para que?




Tenho pensando infinitamente que não gosto de viver. Não é pela sua falta, que hoje já não pesa mais em mim.  Às vezes, eu sinto que esse mundo, essas coisas, essas pessoas não são para mim. Não me sinto bem realmente. Me sinto um tanto quanto sozinha e triste. Não sei como eu deixei minha vida assim, escapando em meio de tanta bagunça, em meio de tanta falsidade, e sinto que nada vai mudar. Que essa é a vida que eu tenho e pronto, acaba a fantasia e a magia. Para que ter uma vida como eu tenho? Eu sou vazia. Meu coração é cheio. Mas EU, sou vazia, sou oca. Para que insistir amar outro se eu tenho esse blog que é um lugar tão eterno e tão bonito para você? Para que vou querer ver a verdade nos outros se sempre me mostram a falsidade?
Eu me arrasto por aí. Não sei mais sorrir de verdade, abraçar de verdade e até mesmo viver de verdade. Arrasto, me deito, tento chorar, me encolho, lágrimas querendo rolar pelo rosto, seguro, me faço de forte, encaro a parede branca do meu lado esquecer, e pronto, não dá mais e choro realmente. Tudo isso me dói. Minha vida está acabando, meu tempo está acabando e eu não consigo controlar. Essa vida me dói. Você me dói. 
Não, você não tem nada a ver com isso, não dessa vez. É algo guardado. Não consigo ser comum, não consigo ter algo mais em nada. Sou isso, e eu me exponho por isso. Sou verdadeira, meu sonho é verdadeiro, meu amor pelas coisas, pelas pessoas, por tudo, também é verdadeiro. Mas não vale a pena viver em um mundo que a maioria das coisas é falsa, sendo que só eu consigo ser verdadeira. Sinto saudades de tudo que eu deixei, sinto saudades de algumas pessoas, amizades, amores, eu sinto falta de mim. Sinto falta dos sonhos que um dia eu tive, do espaço que eu conquistei e que perdi. Sinto falta de tanta coisa, mas ao mesmo tempo, eu não sinto mais falta de nada.
Eu vou indo com as mudanças da vida, não importa se seja para o bem, ou seja, para pior, mas vou. Tenho achado que viver às vezes, é uma idiotice. Porque eu quero um tempo para mim. E hoje se faz 44 dias sem você e eu não estou nada bem. E você? Está bem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©