20 de nov de 2010

Hoje com diferenças.



Eu tive um grande amor por ele um dia. Chorei pra caralho. Cantei alto para que ele pudesse me ouvir e até mesmo escrevi textos para que ele se sentisse o cara mais sortudo e mais amado de todo planeta. Queria ao menos que houvesse uma grande forma de carinho ao saber que ele era O cara. Isso, em letras grandes. O maior. O amor que haveria de mudar o meu futuro, o meu passado e qualquer laço que poderá existir entre o inferno e o céu. Mas, infelizmente. Não houve isso. Nunca. E eu nunca quis ver isso, nunquinha. Nunca vi que você era incapaz de elogiar qualquer coisa que fosse minha. Mas deixa.
São 408 horas sem você. São dezessete dias. E não teve dor. Eu me encantei por outro. Acredito só hoje em horóscopo. Acredito só hoje que o que eu sinto por você foi momento de carência, foi amor de solidão, amor apenas de saber que você estava sempre ao meu lado, mas agora que você se foi, não sei mais se existe o amor. Nem sei mais se é amor o que eu sinto.
Hoje, eu acredito em anjos, acredito em textos, acredito em mim. Hoje, eu não acredito em você. Hoje, eu acredito que você nunca soube dar valor em mim que eu tanto implorei no silêncio. Nunquinha soube nem ao menos dizer um singelo obrigado. Não ligo mais. Insisti tanto que o destino só fez você se afastar. Queria te contar uma história sobre um casal que se separou e depois de vinte anos voltaram a se encontrar, mas eu não tenho mais voz para dizer coisas a você. E você? Tem voz? Se tiver grite que um dia, você pode voltar e dizer que foi engano, que sempre me amou. Quero que isso aconteça, mas não quero ficar sempre na esperança. Meus olhos são claros. Mas meu cabelo é escuro. Minha pele é clara. Mas minha alma, é escura. Meus sonhos são claros. E acaba por aqui. Porque não houve mais nada para escurecer. Porque hoje. Hoje, só permito que o tempo fique escuro, mas que depois, que possa abrir um sol. E que traga a todos que um dia sofreram ou sofrem por um amor assim, um lindo dia. Um dia que represente a salvação, e não a dor. Um dia, que ilumine a todos. Um dia, que possa significar o recomeço de uma vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©