7 de abr de 2011

Recomeçar.




Eu costumava a ser a faladeira que não pensava em mais nada. Eu costumava a ser a patricinha que gritava quando aquele menino dos meus sonhos se aproximava. Eu costumava a ser a revoltada pelos meus planos não ter dado certo. Eu costumava a ser o que ninguém entendia, e que ninguém queria.  Eu costumava a ser alguém realmente forjada para que você pudesse me amar.
Me senti um robô. Tive medo de expor minha opinião, tive medo de você ir embora, tive medo da vida, do futuro, cheguei a ter medo de mim mesma.  E eu não me importava com mais nada, apenas no que eu faria para conquistá-lo dia após dia. Eu não me importava, eu só queria ele, e que se ferrasse as outras coisas em volta.
Depois de tanto tempo percebo que desperdice muito tempo, mas eu não me arrependo. Eu o amei e eu estava certa, ou não.  Eu tive que aceitar que tudo havia passado e ninguém me ajudou, só depois que eu resolvi desabafar, que consegui encontrar respostas. Tudo estava em minha frente mas eu não conhecia ver, eu só pensava em sentir, sentir muito
Eu quis ser o que ele queria, e eu era inundada com aquele sentimento. Eu me sentia lotada, completamente lotada dele.  Era lindo, foi lindo mas não posso continuar assim, não posso imaginar o que seria. Tenho que viver o agora.  Foi extremamente marcante, jamais eu o esquecerei mas preciso seguir em frente. Não é questão de escolha, é questão de obrigação.
Era lindo saber que ele pensava em mim, e me ligava. Era lindo a forma que eu pensava nele. Mas preciso secar minhas lágrimas e tirar a angústia que vive dentro de mim. Foi lindo, foi fofo, foi até perfeitinho. Mas chega, cresci. E como um dia a infância é deixada para trás, também se deixa os amores que fizeram parte dela. 
Por mais que eu saiba que jamais amarei alguém tão profundamente, eu preciso reaprender a viver, custe o que for. Preciso ser alguém melhor. Agora sou quieta, pouco falo e penso, penso muito. Sou o oposto do que foi um dia. Mas não me comparo. Eu sei que a tendência é evoluir, e então vou fazer isso. E escolhi, vou sofrer só por quem realmente mereça. Então, não ligo. O mundo pode acontecer, e eu não esquento mais.
Quero ver outros garotos e não ver nada de parecido com você. Quero esbarrar com caras diferentes e ficar pasma com tanta beleza. Quero acreditar na pureza. Quero voltar achar graça em conhecer pessoas diferentes. Quero ser alguém melhor. Chega de me fazer. Vou ser o que a vida quer, mas sendo somente na hora em que eu quiser. Chega de ser mandada por todo mundo. Chega de sentir dor para nada. Chega de ser a pobrezinha da história. Chegou a hora de recomeçar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©