13 de abr de 2011

Não hoje




Eu só tenho vontade de correr e chorar, mesmo sabendo que ninguém vai estar me esperando, mesmo sabendo que ninguém vai me consolar. Não quero gritar porque eu não tenho voz. Não quero ouvir nada, porque eu sou incapaz de escutar os outros. Não quero saber de nada. Nada mesmo. Sou o que sempre fui, não sou mais do que uma menina quase adulta com dezessete lutando pelo mundo. Lutando para esquecer, lutando para anular fatos, lutando para conseguir viver. Me nego a chorar, mas tudo que preciso agora é desabar. É poder chorar sem medo que alguém olhe ou sem medo de se sentir uma fracassada. Não quero crescer, não quero nada.
Só queria ser feliz e mostrar para todos que eu estava feliz. Mas deixa quieto. Amanhã é amanhã. Amanhã talvez estarei melhor, torcendo para conseguir viver de maneira adequada. Esperando não esperar nada de ninguém. Hoje não. Hoje não vou me lembrar e nem deixar me abalar. Hoje vou esquecer, só quero dormir e ficar encolhida entre o mundo que criei. Hoje acabou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©