25 de abr de 2011

Always





Tudo se acabou e eu me acabei pensando que tudo seria diferente. E não há mais nada reclamar. Você está longe e nem se lembra mais do meu nome. Sempre me gabei por ser do jeito que sou, mas tudo que eu quero é mudar meu jeito. Eu só queria que você chegasse e me prometesse que tudo ficaria bem, e que nunca fomos em vão. Queria que você pudesse sorrir para mim sem culpa alguma, e pudesse ser sincero, pudesse esquecer dos seus erros, e que parasse de se culpar tanto. Queria sim que você chegasse, e ficasse. Não fosse embora como sempre fez. Não despertasse todos os sentimentos para depois fingir que nada aconteceu. Não queria que você partisse mas você não queria ficar e eu não tive outra escolha. Tive que abrir mão de algo sonhado, tive que abrir mão de você e de toda maluquice desse sentimento.
Eu sei que sou maluca por escrever isso, já que tive tanto medo que você pudesse ler isso tudo. E eu sei que sou maluca ao ponto de assumir tudo isso, mas quero que desde já entenda tudo que eu senti. Nada disso impediu que eu te amasse, nada disso impediu para que te desejasse o bem, nada disso impediu para que eu continuasse escrevendo sobre a sua ida. Nada disso iria impedir para que eu pudesse lutar contra você, mas você não deixou, você evitou esse tempo todo, e eu só podia fazer uma coisa, eu só poderia aceitar. Não havia outra alternativa. Não iria ficar sozinha aqui, não iria ficar chorando por ele que nessas horas está contando sobre sua vida amorosa agitada. Mas verdadeiramente queria que você voltasse e dissesse que tudo passou de engano. Que vai me amar quando menos eu merecer e que acreditará em nossos planos. Que até mesmo deixaria de ser covarde. Menino bobo, você não passa de um menino bobo que espero ansiosamente que cresça. Já não ouço A nossa música, e nem passo nos lugares que possa me trazer você de volta em minha mente, evito pensar em você. Evito falar seu nome, evito entrar em contato novamente com seu mundo. Always, Forever, The end.
Uma pena que tudo isso não seja always, true Love talvez. Só espero que eu tenho um papel enorme em sua vida como você teve na minha. Só espero que se lembre de mim. Não como a louca, nem como a menina sozinha, mas como algo bom que aconteceu na sua vida. Espero que sinta saudades de mim. Espero que pense em mim, e conte para quem for sobre nós. Espero que você volte e me mostre que nada disso foi em vão. Always, o futuro está chegando e você não está mais do meu lado. The End, já não sou tão sozinha, já não sou tão melancólica como antes. Me acabei descarregando em você meus sonhos, meus planos, meu futuro. Descarreguei em você meu mundo esperando que tudo pudesse ser recompensado. Depositei em você meus medos. Nunca, ninguém havia me conhecido tão profundamente. Nunca fui tão exposta como antes. E eu nunca tive vergonha de quem sentir. Mas como posso desabafar e não ser taxada de louca? Como posso continuar vivendo algo que para você já acabou?
Always, te espero e espero que você me espera. Always, fique bem. Always, Always. Tudo foi lindo, mas é preciso deixar para trás. É preciso seguir e viver. Se te encontrar por aí, tudo bem. Se eu te não encontrar, tudo bem também. Fiz a minha parte e espero que se lembre disso. Always.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©