17 de out de 2011

Smile




E agora eu sorrio. Sorrio sem freios e sem limite. Sorri olhando para o nada. Sorri escrevendo. Sorri dormindo. Sorri sonhando e quero continuar sorrindo sem motivo algum. Sem motivo que ninguém entenderia mas que eu entendo. Nunca andei tão feliz como hoje. Suspirei a manhã toda. Criei planos paralelos e sonhei acordada.  Juro que vi estrelinhas, corações, borboletinhas em cima de mim. Juro que fui andando tão leve pelas ruas que acabei pensando que realmente estava voando. Meu humor está definitivamente me irritando. Não sei ficar feliz por muito tempo. Conheço minha alegria e sei que ela é passageira. É triste saber que daqui a pouco posso ficar tão rabugenta como antes. Mas sabe, quando esse menino colocou a mão no meu quadril, não desejei correr, nem voar para longe daquele lugar. Só desejei ser dele para sempre. Quando ele apareceu na minha frente a única coisa que pude pensar que o homem mais bonito é aquele. Meu deus. Parecia obra feita do demônio e dos anjos. Uma junção perfeita do pecado que eu queria provar nem se for só um pouquinho. Mas eu precisava me comportar. E aí eu apenas sorrio quando lembro de você. Apenas sorrio.
Não olhei, não sorri, não acenei. Fiquei séria, pouco falei. Deixei que a outra falasse e jogasse o charme em cima dele. Pouco me importava. Não estava afim de conquistar ninguém. Ele me tocou e pude ver estrelas que nunca existiram. Ele colocou o braço em volta de mim, e logo seguida tive um ataque cardíaco ao sentir seu perfume tão forte mas ao mesmo tempo tão doce. E eu pude ver aquelas borboletinhas e estrelinhas, passarinhos e corações voando em cima da gente. Você colocou seu braço na minha cintura e eu queria sair correndo, voando, porque não queria me apaixonar. Não mesmo. Quem sou? Sou aquela menina perdida na nossa noite. Entre todas as noites perdidas da primavera, aquela foi para sempre a minha preferida.  Não estava totalmente perdida, só estava um pouco desencontrada. Seu perfume é tão bom, juro que pude ver sua alma e os anjinhos (e capetinhas) que moram em você. Escrevi seu nome num pedacinho de folha e a única coisa que pude fazer era sorrir. A única coisa que realmente fazer foi sorrir para o nada.
Você foi tão transparente, tão nítido, e eu tão opaca, tão sem sal. E preciso ser indiferente para que possa ser tão meu nessas breves linhas. Mas mal sabe que quero invadir seu mundo. Nem ao menos consegue imaginar que sou tão carente e mimada. Mal sabe que quero ser tão fácil para que acabe logo tudo de uma vez. Não quero mais suspirar. Meu humor está me estressando. Mal sabe que quero ser sua. Mal sabe que quero matar todas essas meninas que insistem em dar em cima. Mal sabe que estou perdidamente ou idiotamente suspirando por alguém que foi uma graça comigo e que eu consegui ser uma merda. Talvez seja isso. Talvez é preciso ser indiferente para que o homem goste. Mas não, isso dá muito trabalho. Tenho preguiça de ser indiferente com o mundo. Tenho preguiça de me apaixonar e até mesmo de viver uma nova vida.
Mas eu quero ser sua. A partir de hoje quero cria planos imaginários e desenhar corações nas folhas. Quero ser sua de vez em quando para que nunca possa enjoar. Quero ser suas nessas linhas e lá na rua. Amanhã eu voltar odiar o mundo e todas as más intenções soltas, mas hoje eu prometi que iria ser sua, pela primeira vez.  Eu vou ser sua amanhã quando acordar e quando sentir aquele sol insuportável tocar a minha pele. Eu vou ser sua quando minha professora falar descontroladamente e eu vou estar tão feliz que nem vou me importar. Vou ser sua quando chegar à noite e repousar. Vou estar tão feliz pensando em te encontrar que nem vou me importar se o dia só vai ficar nublado. Eu vou estar tão feliz até mesmo com sono. Eu não quero que você vá embora. Não mesmo. Se eu pudesse te prendia para sempre nas minhas linhas. Mas talvez você precise ir. Seguir. Continuar.
Senti o seu perfume e foi como se entrasse em transe ou alguém me seqüestrasse por questões de segundos. Você jamais vai saber que sou uma louca que me entrego fácil. Você jamais vai saber que escrevi sobre você hoje porque suspirei a manhã toda querendo te encontrar. Que pena que meu amor por você não vai durar muito. Que pena que desencanto fácil. Que pena que sou tão descartável e você quer que me usar para sexo. Que pena que tenha suspirado por você e você nem ao menos lembra da forma do meu sorriso ou do meu corpo. É tão triste saber que amanhã, talvez, não suspire mais por você. Está tão gostoso, tão em paz, tão nosso. Está tão sadio, tão puro, tão amor. Está tudo tão bonito que deveria continuar por um bom tempo mas eu sei que nada disso vai acontecer.  Eu quero ser sua. Decidi. Nunca decidi algo tão bem decidido como isso. Agora, por favor. Não vá embora antes de me ganhar. Não entregue os pontos por eu ser mal resolvida demais, ou tão mais nova. Não desista de mim antes de suplicar para que fique. Não me deixe sozinha. Não vá com elas. Fica aqui comigo. Fica vai. Prometo ficar quietinha, prometo ser mansinha e até mesmo indiferente mais uma vez.
Tenho que ser difícil para não ficar louca e recordar do velho amor de sempre.  Tenho que não sorrir mesmo que a felicidade seja inteiramente contagiante. Tenho que me fazer de sensata mesmo querendo acreditar que quando disse que me queria. Juro que quero acreditar nas palavras tortas e abusivas mas ao mesmo tempo, tudo que espero é que acabe logo. Acabe logo porque infelizmente meus desejos são passageiros demais. Mas eu quero ser salva. Quero que venha me salvar de toda loucura que criei em cima do outro. Mas que pena. Pena do mundo que não vai nem ao menos saber o que poderíamos ter sido e que nem ao menos chegamos. E tudo que eu mais quero é chegar de mansinho e dizer entre sussurros: Fica comigo para sempre?


And that's why I smile
It's been a while
Since everyday and everything has felt this right
And now
You turn it all around
And suddenly
You're all I need, the reason, why
I smile



Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Isto aqui tem cara de prosa boa... Te sigo!
    Em "Sinais de Mim" tem um espaço reservado pra você na Área Vip! ^^
    Besos,
    TL.

    www.sinaisdemimtl.blogspot.com

    ResponderExcluir


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©