10 de out de 2011

O desperdício


Passamos o resto de nossas vidas procurando alguém perfeito.  O fodão. O cara que irá mudar sua rotina. O seu príncipe, anjo, demônio. Chame do que quiser. Mas enquanto o lobo não vem, desperdiçamos esse amor. Já parou para pensar por quantas situações passaria se não ficasse somente nesse seu mundinho colorido? Já pensou em quantas frases apaixonadas você iria ouvir se não ficasse somente nesse amor que tanto te dói no peito? Eu sei que não é fácil. Eu sei o quanto é difícil despedir de um grande amor, que um dia – ressalte essa frase, por favor - um dia te fez feliz. Mas esse mesmo grande amor que te fez feliz, hoje te faz chorar. Não é confuso?  A mesma pessoa que riu, compartilhou, te abraçou e fez com que sentisse protegida, hoje se tornou o motivo de toda tristeza. Hoje, aquela proteção se tornou em vazio. Não há mais ninguém para te proteger, a não ser você mesma.
Você precisa encarar isso com força, com fé, ou com qualquer frase apaixonada que te faça dar sentido à vida. Você poderia até estar com outro mas não se deixa levar por promessas. Conhece tão bem o sentido da palavra abandono, que hoje prefere abandonar qualquer coisa. Você prefere abandonar tudo antes que o tudo resolva te abandonar. Enquanto isso, ele está feliz sem você, e está até mesmo com outra. Ele está lá, vivo, feliz, animado, com outra menina e enquanto você está aí, trancada no quarto, e se questionando porque ele nunca voltou. E eu explico a você: Ele não vai voltar se não gostar de você. Ele colocou um ponto final em vocês. Talvez por medo, talvez porque não te amava mais, em quem sabe, ele colocou um fim porque queria te deixar livre. Não é possível entender os sentimentos que dramatizamos. Não é possível clarear as frases que deixamos escuras.
É preciso clarear isso que você deixou tão escura. É preciso sorrir para vida, acenar para desconhecidos, se tornar alguém mais forte. Você não é covarde, menina. Não chore. Eu sei que chorar não vai te aliviar. Seu sorriso é lindo. Mostre ao mundo o que ele perdeu. Mostre a ele o que realmente você é. Não se torne tão descrente assim da vida. Tente acreditar em anjos mais uma vez. Dance na baladinha brega. Tome alguns copos de doses fortes, conheça o desconhecido. Conheça e desconheça pessoas que podem fazer com que se torne alguém melhor. Afaste daquilo que te faça sofrer todas as noites. Afaste daquilo que afeta sua segurança. Afaste daquilo que te corrói. Não se deixe levar por frases fáceis. Esquece o medo. Comece a tingir seu mundo tão preto e branco por cores vivas. Cores bregas, alegres, divertidas.
Fico pensando nisso, porque me prendi tanto tempo em um mundo que não era mais meu – ou que talvez nunca tinha sido meu verdadeiramente – Me prendi em um lugar que não havia mais ninguém para me fazer feliz. Me prendi naquele mundinho tão sem graça. Perdi tanto tempo querendo fazer alguém feliz e esqueci que preciso me fazer feliz.  Perdi tanto tempo querendo que ele me reconhecesse, mas aí acabei descobrindo que não preciso que ele me reconheça. Eu sei que posso enfrentar tudo isso, não tão sozinha, não tão leviana, mas sim, forte. Posso encarar isso com todo o restinho de esperança que cabe em mim. Sei que você também pode fazer o mesmo. Essas reticências que foram colocadas em sua história, apague-as. Coloque um ponto final.
É um desperdício anular tanto amor. É um desperdiço esquecer da sua própria vida para viver algo que não é seu. Esqueça o passado. Sorria para o futuro. Não se maltrate. Bobo foi ele, menina. Bobo foi ele por um dia ter te deixado partir. Coloque um ponto final. Dance a noite. Se sinta bonita novamente. Não fique emburrada. Não queira culpar o mundo por tudo isso ter acontecido. Não queria fazer ninguém sofrer só porque um dia, aquele amor te fez chorar em silêncio. Não provoque a dor naquela pessoa que te ama. Você sabe o quão corrosivo e fatal isso se torna, não sabe?  Pare de desperdiçar a vida. Pare de correr atrás daquilo que está milhares milhas longe de você. Pare de dramatizar tanto assim. Tudo se adequará, um dia. Talvez não será dessa vez que tudo se foi, talvez não será dessa vez que o passado se tornou somente um passado.
Esqueça. Termine sua caminhada. Tenha fé. E pare de anular sua vida. Pare de tentar se proteger do destino. Enfrente tudo com força, com fé, com os seus anjos e demônios. Enfrente tudo, esqueça o mal. Esqueça aquele coração leviano que te deixou. E a única coisa que é totalmente liberado é desperdiçar é o amor que tanto te corrói. Desperdice o que te faz mal. Guarde o que for realmente necessário. E sorria. Um dia, o inesperado acontece. Um dia, tudo mudará. E enquanto esse dia não chega, não se maltrate. O mundo vai muito além do que a gente espera e escreve. O mundo vai muito além das nossas intenções. Esqueça, menina. Esqueça o amor corrosivo. E por favor, não se esqueça em qualquer canto por aí. 

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes, durante e depois de te encontrar.
    Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.
    Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência,
    pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua desajeitada e irrefletida permanência.

    ResponderExcluir
  2. Elaine Benoit10/10/2011 14:59

    Finalizei esse texto com lágrimas.

    Parabéns sempre
    e Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! Parabéns! Primeira vez que visito seu blog e estou emocionada! Sucesso!

    ResponderExcluir


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©