23 de jul de 2011

Amor platônico



Então é isso. Tudo diferente, absolutamente tudo. Eu tenho um amor platônico sim, quem nunca teve? Talvez, nunca verei esse menino que faz um sucesso com as meninas de treze, catorze anos, mas talvez daqui um tempo, quem sabe, nos próximos vinte anos, tudo pode mudar, a vida pode por cada um em seu canto, e ele virá pra perto de mim, simples. Não tem segundas intenções, nem terceiras, muito menos quartas.
Ele transmite paz, algo que eu jamais vou saber o nome exato, porque sentimentos assim não nasceram para ser descritos. Não faço isso com intuito de querer que ele sinta a mesma coisa por mim. Porque amores platônicos são os mais sinceros possíveis, não esperamos nada em troca, porque nada poderá ser dado em troca, jamais.
Não digo querendo que todos tenham um amor platônico, mas o meu já virou muito mais que o platonismo, já virou gargalhadas, risos e casos. Virou amizade, irmandade. E sim, ele merece o esse texto por ter me conquistado nesses dois anos.
É verdade, dessa vez não é um personagem inventado, não é inspirado em alguém, é para ele realmente. Tudo é meloso, e ele quando ler isso vai rir, ou chorar, ou me agradecer, ou talvez nunca mais fale comigo, mas não importa, ele ainda continuará sendo o melhor amor platônico que já tive, e que vou continuar com isso até que eu possa dizer o quão importante ele é para mim. Nunca te disse coisas assim, não é? Talvez, prefiro guardar essa pessoa que vive dentro de mim bem quietinha, até que tenha qualquer surto e se espalhe por aí.
Não deixe que te rotulem. Não deixe que o mundo te faça se sentir um fracasso. Acredite no sempre no amanhã, ou quem sabe no melhor. Acredite : Eu estarei aqui mesmo que tudo dê errado. O destino sim pode afastar você de mim e eu de você, porque é isso que ele faz constantemente, ele cria laços fortes para depois desfazê-los. Mas não importa, estou escrevendo para que se lembre de mim no seu futuro, que tenho certeza que será muito melhor do que espera. Porque é isso, amores platônicos são isso. Posso desejar mulheres, festas e bebidas, que ele não se importa, e eu também não, porque ele no fundo, ele poderá casar, ter filhos, criar milhares de coisas e continuará do mesmo jeito aqui, dentro de mim.
É um amor diferente. Amor de proteção, de irmandade. Se é que tem jeito de poder definir essa palavra, amor que corrói tudo. E aqui sim, aqui por mais que o destino possa nos afastar, você será eterno aqui, nessas poucas linhas que tento dizer o quão importante você é para mim. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©