3 de set de 2014

Morte





Morri diversas vezes esse mês
Morri diversas vezes quando escutei aquela música
Morri diversas vezes que tentei escrever
Morri diversas vezes te dizendo tchau
Morri diversas vezes todos os dias

E de repente, eu não morro mais
De repente, o frio invade
De repente, o silêncio grita
De repente, meu âmago grita
Mas meu ego se cala

Morri diversas vezes ao escutar aquela música
Morri diversas vezes quando o amor morreu
Morri diversas vezes quando a nossa música não tocou mais
Morri diversas vezes quando resolvi que estava indo embora também

Lana Del Rey diz que queria estar morta
E eu confesso que às vezes, eu também
Mas eu morro todos os dias e esqueço disso
Morro porque é mais fácil morrer do que se despedir
É mais fácil morrer diversas vezes verdadeiramente
Do que viver eternamente sendo artificial

Ressurgi quando tive tempo
Ressurgi quando tive força 
Ressurgi quando tive paciência
Ressurgi quando escutei Cartola
E Cartola dizia:
"Ouça-me bem, preste atenção, o mundo é um moinho"


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©