4 de jun de 2013

Corpo da alma



O corpo parou e alma continuou implorando.
Amanhã é dia de montar um novo roteiro e desviar dos assuntos.
Ou desviar de mim.
Amanhã é dia de querer mais e sentir menos.
Sentir menos, querer mais.
Foda-se a lógica das palavras.
Foda-se as rimas.
Foda-se.
Se foda.
O corpo nega.
A alma implora.
Implora.
E implora.
E mais uma vez arde.
Some.
Soma.
Dorme.
Morre.
Reinventa.
Masoquista.
Satirizar.
Ironizar.
E por favor, vá embora.
A alma quer descansar.
E o corpo quer calar.

Comente com o Facebook:

Um comentário:


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©